Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
O home equity é um empréstimo que usa um imóvel como garantia e pode ser formalizado em 8 etapas. Veja quais são elas aqui.

8 etapas do home equity: veja como fazer o refinanciamento

O home equity é um empréstimo que usa um imóvel como garantia e pode ser formalizado em 8 etapas. Veja quais são elas aqui.
Publicado em 12/05/2023
Leia em 6 minutos
Allan Almeida

Índice

O home equity tem se popularizado no Brasil por ser uma opção de crédito que oferece montantes maiores com juros reduzidos. Se você está buscando a melhor opção de empréstimo, é importante conhecer todas as etapas desse processo.

Conforme dados da Associação Brasileira de Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), entre 2018 e 2022, esse tipo de empréstimo teve um crescimento de cerca de 80%. Isso mostra como a modalidade tem recebido cada vez mais atenção.

Diante desse cenário, que tal aprender mais sobre o home equity, descobrir o passo a passo completo para contratá-lo e se realmente vale a pena?

Para isso, a equipe da SejaBest preparou um guia que vai lhe ajudar em todas as etapas dessa jornada. Confira mais em seguida!

Afinal, o que é o home equity?

O home equity, chamado também de refinanciamento ou empréstimo com garantia de imóvel é uma modalidade de crédito pessoal. Em suma, no home equity, você usa um bem imobiliário que esteja em seu nome ou de um parente de primeiro grau como garantia para pagamento.

A existência dessa garantia dá mais segurança ao credor, que consegue oferecer condições de crédito mais vantajosas. Afinal, ele tem uma certeza maior de que você conseguirá honrar com as prestações.

De modo geral, o imóvel que serve de precaução pode ser tanto comercial quanto residencial. Além disso, o montante do crédito chega a até 60% do valor de avaliação do bem. Desse modo, se você tem um apartamento que vale R$300 mil, pode conseguir contratar um empréstimo em torno de R$180 mil.

Qual a necessidade de fazer o refinanciamento?

Ao se considerar fazer um empréstimo como o home equity, uma das etapas essenciais é pensar sobre a necessidade do dinheiro. Por mais que essa modalidade tenha grandes vantagens, você precisa ter certeza do que está fazendo.

Em outras palavras, queremos recomendar que você deve colocar na ponta do lápis o que vai fazer com o dinheiro e todas as condições envolvidas. Nesse planejamento, lembre-se de que honrar as prestações é um fator de extrema importância. Isso porque, o imóvel fica alienado ao banco e pode ser tomado caso não faça os pagamentos corretos.

Depois de fazer os devidos apontamentos, podemos passar para a parte derradeira deste artigo: explicar com passos simples como fazer o empréstimo com garantia de imóvel.

8 Etapas do home equity: conheça o passo a passo completo

Basicamente, existem 8 etapas até que o home equity esteja concluído. Primeiro, você vai começar com uma simulação de crédito. Em seguida, precisará considerar as opções, escolher a melhor, entregar a documentação e seguir os demais passos até que o dinheiro esteja em sua conta. Resumindo bem, o processo fica assim:

  • Simulação de crédito;
  • Escolha do melhor;
  • Entrega da documentação;
  • Análise de crédito;
  • Avaliação do imóvel;
  • Assinatura do contrato;
  • Registro em cartório;
  • Liberação do dinheiro.

Quer saber todos os detalhes de cada uma destas etapas? Então, veja o tutorial completo do refinanciamento:

Faça uma simulação de crédito

Em primeiro lugar, você precisa fazer uma simulação de crédito. Essa etapa do home equity nada mais é do que uma apresentação das condições que espera encontrar na modalidade de empréstimo.

De modo geral, o processo é parecido nas mais diferentes credoras. Para simular as condições de crédito você precisa fornecer alguns dados pessoais, qual o valor almejado e em quanto tempo pode pagar pelo crédito. Vale lembrar que as instituições podem ter montante mínimo e máximo de crédito, então as condições variam bastante.

Aqui na SejaBest, temos parcerias com diferentes bancos. Portanto, depois de solicitar a simulação, vamos entrar em contato para informar diferentes opções de contratação.

Defina qual o melhor banco ou instituição financeira

Essa é, sem dúvida, uma das etapas mais importantes do home equity pois determina as condições associadas à contratação.

Sendo assim, depois de receber as diferentes opções de empréstimo com garantia de imóvel, você precisa avaliar qual a melhor para o seu perfil. Nesse sentido, considere o sistema de amortização (Sac ou Price), valor das prestações e tempo de pagamento.

Escolha a opção que faz mais sentido e que você consegue pagar. Lembrando que as parcelas nunca devem ser superiores a 30% dos seus rendimentos mensais.

Providencie a documentação

Definiu qual o empréstimo mais interessante para você? Então é hora de dar entrada na papelada para conseguir contratar o crédito pessoal com garantia de imóvel!

Nessa etapa do home equity você vai fazer seu cadastro junto à credora escolhida, preencher sua ficha cadastral e entregar todos os documentos que a mesma solicitar.

Cada instituição possui suas próprias regras quanto a isso, mas, em geral, você já consegue fazer o envio online de cópias de seus documentos pessoais e do imóvel.

Aliás, sobre o imóvel, este deve estar quitado e não pode ter débitos em aberto. Isto é, o IPTU e outros custos do bem precisam estar pagos para que consiga acesso ao crédito.

Faça a avaliação de crédito

Nas etapas anteriores do home equity, você fez boa parte do trabalho, porém, agora isso muda um pouco. Depois de escolher o crédito e enviar a documentação, a credora fará a análise do seu crédito e das condições do imóvel (etapa seguinte).

No que concerne à avaliação de crédito, a instituição consultará os birôs de crédito (SPC e Serasa, por exemplo) e considerará sua capacidade de pagamento. Mesmo que esse empréstimo já conte com uma garantia (o imóvel) e possa ser solicitado por quem está com o nome no vermelho, ainda assim o banco vai fazer uma análise precisa.

A partir dos dados coletados e do que encontrar na análise de crédito, a futura credora determina as condições reais do empréstimo.

Neste ponto, pode acontecer da situação apresentada ser um pouco diferente daquelas que você viu na simulação. Isso ocorre porque a instituição financeira lhe conhece melhor e pode fazer uma proposta mais adequada.

Siga para a análise das condições do imóvel

Além de avaliar sua capacidade de honrar pagamentos, a instituição também fará a análise do imóvel que será usado como garantia. Para isso, uma empresa especializada nesse tipo de serviço vai até o imóvel e emite um relatório sobre as condições do mesmo.

Com base nas informações da matrícula e na avaliação, o imóvel tem um valor de mercado que serve de base para a concessão do empréstimo.

Encerrada essa parte, as próximas etapas do home equity são destinadas à formalização da operação. Veja como funciona!

Formalize o home equity

Assim que o banco encerrar as etapas de avaliação para o home equity, ele irá lhe apresentar uma proposta de crédito. Cabe a você analisar as condições apresentadas e decidir se dará continuidade ou não ao processo.

Caso entenda que está tudo de acordo com o que precisa e pode arcar financeiramente, você pode dar o sinal disso à instituição. Depois disso, o contrato será emitido e as duas partes fazem a assinatura do contrato.

Faça o registro em cartório

Uma condição essencial para a modalidade é a de que o imóvel fique alienado para a instituição credora enquanto perdurar o contrato. Sendo assim, após a assinatura do contrato, você precisa ir até o Cartório de Registro de Imóveis para formalizar a operação.

Em síntese, essa etapa do home equity consiste em emitir a Cédula de Crédito Bancário, documento que torna a alienação fiduciária válida. Com o registro de alienação, a credora passa a ser co-proprietária do imóvel.

Receba o dinheiro solicitado

Por fim, a última das etapas envolvidas no empréstimo com garantia de imóvel diz respeito ao recebimento do dinheiro. No momento em que você concluir todos os passos que falamos acima, têm acesso ao valor.

Com o montante em mãos, você pode usá-lo para a finalidade que desejar. Ressaltando que, ao contrário de um financiamento convencional, no home equity você não tem obrigação de informar a utilidade do dinheiro.

Quanto tempo demora para o crédito ser aprovado?

O prazo para conclusão de todos os passos do crédito com garantia de imóvel depende de alguns fatores como:

  • Agilidade para entregar a documentação;
  • Tempo de avaliação de crédito e do imóvel;
  • Período para assinatura do contrato e registro no cartório.

A partir desses fatores, o período de contratação do home equity pode levar em torno de 20 dias.

Vale a pena fazer um empréstimo com garantia de imóvel?

O home equity é uma modalidade de crédito que se caracteriza pelos juros baixos, grande prazo de pagamento e valor elevado para empréstimo. Essas condições o colocam como um tipo de empréstimo interessante para quem precisa de um dinheiro a mais para realizar um sonho, fazer uma viagem, iniciar algum negócio ou mesmo reformar a casa.

Considerando essas condições e a facilidade de contratação, entendemos que o home equity é um dos créditos mais vantajosos do mercado. Sendo assim, vale a pena considerá-lo quando precisar de um empurrão financeiro.

Qual o melhor lugar para seguir as etapas do home equity?

Atualmente, existem muitos bancos e instituições de crédito que oferecem a modalidade de crédito com garantia de imóvel. Além disso, você já consegue fazer a operação toda de forma online, sem precisar se deslocar até a sede bancária.

Diante das inúmeras opções de crédito disponíveis e de todas as etapas que descrevemos do home equity, uma fintech como a SejaBest parece ser a melhor para dar prosseguimento à contratação. Isso porque, ela ajuda a fazer a simulação, comparar condições de diferentes bancos e a organizar os demais passos até que o dinheiro esteja na sua mão.

E, antes de ir, aproveite para conferir quais são os custos envolvidos nesse tipo de crédito. No vídeo abaixo, explicamos em detalhes as taxas e como você pode economizar na contratação, confira!

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.