Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
CET - Custo Efetivo Total

CET – como analisar para fechar um bom negócio

O CET é o custo efetivo total de uma operação financeira. Ele pode variar de acordo com a instituição financeira.
Publicado em 08/07/2022
Leia em 2 minutos
Allan Almeida

Índice

Analisar o CET (Custo Efetivo Total) de um empréstimo ou financiamento é muito importante na hora de fechar negócio, por isso não se deve olhar somente as taxas de juros de uma operação, mas sim todos os custos embutidos nela.

As taxas que compõem o CET podem variar conforme a instituição e, até mesmo, de acordo com o relacionamento entre as partes envolvidas. Geralmente são os juros que costumam representar a maior parte desse custo. Por exemplo, algumas empresas cobram taxa de abertura de cadastro enquanto outras optam por isentar.

Em geral, o CET é composto por:

  • Taxa nominal (taxa de juros)
  • Tarifa de administração
  • Tarifa de análise de crédito
  • Impostos (IOF)
  • Seguros (MIP e DFI)

Portanto, mesmo que um banco ofereça taxa de juros mais baixas, é importante analisar todos os custos da operação, pois pode acontecer de outro banco oferecer uma taxa de juros um pouco mais alta, porém com o CET mais baixo.

Quando uma instituição financeira envia uma proposta de empréstimo, todos os custos estarão citados nessa proposta. Uma dica é, com a proposta em mãos, ir para o site do Banco Central (calculadora do cidadão) e preencher todas as informações. Desse modo, o site irá calcular o CET para você.

Além do CET, existem ainda os indexadores, que corrigem o valor pós-contratação. Porém, os bancos não incluem o indexador na conta, pois não tem como prever a porcentagem futura. 

Portanto, todos os demais encargos devem ser desconsiderados, já que eles são fundamentais para definir se um empréstimo vale a pena ou não.

De acordo com a resolução do Banco Central, que dispõe sobre o Custo Efetivo Total, é obrigação da instituição financeira expor essa informação de forma clara no contrato de empréstimo. Isso garante mais transparência para as operações de crédito e permite que o solicitante se planeje de maneira adequada para honrar com o compromisso assumido.

Assista o vídeo a seguir para mais detalhes:

Tem interesse em fazer um empréstimo ou financiamento?

Simule aqui

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.