Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
O empréstimo com garantia de imóvel é um tipo de crédito com juros reduzidos, menos burocracia e mais prazo. Saiba mais sobre essa modalidade!

Como funciona o empréstimo com garantia de imóvel: guia completo!

O empréstimo com garantia de imóvel é um tipo de crédito com juros reduzidos, menos burocracia e mais prazo. Saiba mais sobre essa modalidade!
Publicado em 06/04/2023
Leia em 6 minutos
Allan Almeida

Índice

Com fácil aprovação e juros reduzidos, o empréstimo com garantia de imóvel têm sido uma opção para quem precisa de crédito extra. Ideal para pagar dívidas, começar um negócio, investir em estudos, viajar, entre outras possibilidades, essa modalidade pode ser uma alternativa para você.

Portanto, se quer tirar algum sonho da gaveta ou eliminar de vez as contas atrasadas, confira tudo o que precisa sobre esse empréstimo. Em seguida, vamos lhe apresentar um guia completo de como funciona, quais os riscos e outras informações sobre o crédito com imóvel de garantia.

O que é o empréstimo com garantia?

Em suma, um empréstimo com garantia é uma modalidade de crédito em que um bem é colocado como fiança caso o contratante não quite o valor devido. Nesse sentido, quem precisa do dinheiro pode colocar como salvaguarda um carro, imóvel, terreno ou outros bens.

Mais especificamente, o empréstimo com garantia de imóvel, também conhecido como home equity ou refinanciamento de imóvel, é um crédito que tem uma casa, apartamento ou sala comercial como garantia. 

Desse modo, quem tem um bem em seu nome pode conseguir crédito bancário para diversos fins com juros bem menores do que os do crédito pessoal, por exemplo. 

Como funciona a modalidade de empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel funciona para propriedades que estejam quitadas e não possuam débitos com IPTU e outras taxas. Basicamente, você precisa entrar em contato com uma instituição financeira que conceda essa modalidade de crédito e solicitar o montante.

Depois que tudo estiver pronto e assinado, sua responsabilidade é a de fazer o pagamento das prestações para que o banco lhe devolva a posse do imóvel no final do período. Isso porque, durante o tempo em que estiver pagando as prestações, a casa, apartamento ou sala comercial fica no nome do banco, num processo chamado de alienação fiduciária.

Assim que terminar de quitar o refinanciamento do imóvel, o mesmo passa para o seu nome novamente.

Enquanto isso, posso continuar morando no local?

Sim!

Por mais que o imóvel esteja em nome da instituição de crédito, você pode continuar alugando ou morando no local. Na prática, significa que o proprietário permanece com a posse direta do bem, podendo usufruir do espaço, enquanto que o banco fica com a posse indireta.

Caso o imóvel não tenha mais finalidade para você, as regras de venda são um pouco diferentes e o empréstimo que tem este imóvel como garantia precisa ser quitado.

O que precisa para conseguir um crédito como esse?

Em primeiro lugar, para fazer um empréstimo com garantia de imóvel é necessário ter algum bem para salvaguardar. Nesse caso, o imóvel pode estar no seu nome ou de um terceiro. Quando estiver no nome do avalista, a instituição solicitará alguns documentos extras para comprovar a garantia.

Em segundo lugar, você vai precisar de algumas informações pessoais e de imóvel. Cada credora possui suas regras e solicita dados conforme necessidades particulares, mas, em geral, você já pode ter em mãos os seguintes documentos:

  • Documento de identificação: RG, CNH, CPF, etc.;
  • Comprovante de renda: holerite (contra-cheque) para quem trabalha como CLT ou extratos bancários para autônomos;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de estado civil;
  • Matrícula do imóvel;
  • Ficha cadastral do IPTU com dados sobre a área e identificação do imóvel;
  • Certidão negativa de débitos com a prefeitura;
  • Certidão negativa de débitos com o condomínio para casas e apartamentos que ficam nesses espaços.

Qual é o prazo para pagar pelo home equity?

Os prazos de contratação do home equity costumam ser bem largos. Desse modo, dependendo do montante contratado e da sua capacidade de pagamento, o período para quitar o empréstimo com garantia de imóvel pode chegar a até 240 meses. 

Ou seja, 20 anos!

Isso é muito mais do que os prazos para créditos pessoais, que giram em torno de 24 meses.

Qual o valor do empréstimo?

As instituições financeiras emprestam até 60% do valor do bem que será refinanciado, no entanto, essa porcentagem não se aplica a todos os casos. Existem três fatores que são considerados na hora de fazer a cotação de qual o valor para o crédito com imóvel de garantia:

  1. Valor de avaliação do local: tomando como base os dados descritos no IPTU e a partir da análise de um especialista, a credora estabelece um valor de mercado para o bem que será alienado para considerar na hora de emprestar o dinheiro;
  2. Comprovação de renda do contratante: em síntese, a regra diz que uma pessoa não pode assumir créditos que superem 30% da sua renda. Nesse sentido, o ideal é que o valor das parcelas do empréstimo sejam calculadas levando em consideração quanto você tem de rendimentos mensais;
  3. Montante mínimo e máximo que o banco empresta nessa modalidade: geralmente os bancos possuem valores que não excedam no home equity. Assim sendo, para um imóvel com valor de mercado de R$1,5 milhão, por exemplo, é possível que a instituição não empreste os 60%. O mesmo vale para o valor mínimo, que pode ser de R$50 mil em alguns lugares.

Quem está negativado pode solicitar este crédito?

Sim!

Quem está com o nome no vermelho pode contar com o empréstimo que tem imóvel como garantia. A pessoa negativada precisa ter um imóvel no seu nome ou então, contar com um avalista que tenha o bem. 

Depois de aprovado, o crédito pode servir para quitar dívidas com juros mais elevados e sanar outras pendências financeiras para tirar as restrições do seu nome.

Para quem está nessa situação, o importante é entender que o montante emprestado ajuda a resolver a vida financeira, mas que o crédito deve ser quitado. Afinal, se não o fizer, o imóvel pode ficar em posse do banco de forma definitiva.

Quais os riscos desse empréstimo?

Como qualquer linha de crédito, esta modalidade também possui seus riscos. Nesse caso, podemos citar a perda do imóvel quando as prestações do empréstimo que usa o bem como garantia não forem pagas corretamente.

Este é, sem dúvida, o principal risco associado ao home equity!

Para evitar perder a propriedade, a recomendação que damos é de que só assuma o crédito se tiver condições de quitar as parcelas mensais. Além disso, lembre-se da regra de não comprometer mais do que 30% da sua renda com as prestações. 

Quais as vantagens de fazer um crédito com garantia de imóvel?

Por mais que exista um risco associado a este empréstimo, cabe ressaltar que ele possui vários pontos positivos quando comparado a outras modalidades de crédito. Aderindo ao home equity você tem vantagens como, por exemplo:

  • Maior prazo de pagamento, chegando a até 20 anos;
  • Crédito mais elevado, podendo solicitar até 60% do valor do imóvel;
  • Taxas de juros menores: só para ter uma ideia, os juros do empréstimo com garantia de imóvel giram em torno de 10% a 15% por ano, enquanto que do crédito pessoal podem chegar a mais de 300%. Além disso, até mesmo o consignado aplica taxas maiores;
  • Autonomia para escolher onde aplicar o dinheiro. Isto é, você escolhe o que fazer com o crédito sem precisar comprovar o destino dos gastos para a credora;
  • Burocracia reduzida: como o bem entra de salvaguarda, o banco impõe menos condições na contratação;
  • Pode continuar usando o lugar: seja para aluguel seja para moradia, você segue tendo direito de usufruir do imóvel;
  • Menor chance de inadimplência: como o imóvel fica alienado para o banco, as chances de que você deixe de pagar uma prestação são menores, afinal, pode ficar sem a casa.

Qual banco faz empréstimo com garantia de imóvel?

Cada vez mais o home equity se populariza no Brasil!

Hoje já temos diversas instituições de crédito, bancos e fintechs fazem empréstimos com garantia de imóvel por aqui. Nesse sentido, podemos citar bancos como Banco do Brasil, Santander e Itaú, que oferecem a modalidade.

Além disso, fintechs de crédito como a Cashme e a Creditas também trabalham com o crédito que usa algum tipo de bem como precaução de pagamento.

Por fim, a Seja Best é uma outra alternativa para quem está procurando as melhores ofertas de empréstimo com garantia. Isso porque, ele é uma plataforma multibancos que compara as opções de crédito de várias instituições para lhe entregar a proposta mais vantajosa.

Como fazer um empréstimo com garantia de imóvel?

Para quem está interessado em contratar um empréstimo que usa o imóvel como garantia, o primeiro passo é conhecer as melhores condições do mercado. Nesse caminho, a Best pode lhe ajudar com o simulador do site.

Depois que concluir a simulação, você escolhe o crédito que achar mais interessante e começa a conversar com a credora. No processo, a empresa irá avaliar seu perfil e o imóvel.

Com tudo pronto, vocês assinam o contrato chamado de Cédula de Crédito Bancário (CCB) e autenticam a operação em cartório para que o imóvel passe para o nome da instituição que lhe emprestar o dinheiro. Assim que terminar de pagar pelo crédito, o bem volta para o seu nome.

Quer aprender mais sobre o empréstimo com garantia e conhecer o que há de novidade nesse mercado? Então siga acompanhando as notícias que publicamos todos os dias aqui no portal e fique por dentro de tudo o que é importante sobre esse e outros assuntos.

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.