Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Empreendedorismo Brasil

Empreendedorismo cresce no Brasil

O empreendedorismo no Brasil ganha força conforme a população encontra soluções de crédito para abrir o negócio próprio
Publicado em 10/08/2022
Leia em 3 minutos
Allan Almeida

Índice

O empreendedorismo no Brasil está ganhando cada vez mais força, afinal cerca de 70% dos brasileiros sonham em ter seu próprio negócio um dia. Todavia, é preciso conhecer o real sentido dessa palavra, bem como as variáveis do macroambiente e ambiente-tarefa.

O que é empreendedorismo?

Há uma grande confusão ao se tratar do assunto. Muitas pessoas acreditam que empreender é abrir uma empresa, o que não é verdade. Na realidade, empreender está mais ligado a uma postura, como a de encarar os problemas como oportunidades, por exemplo.

É por isso que hoje se fala em tantos tipos de empreendedores, como o corporativo e o social. Contudo, o foco maior ainda está no empreendedor que abre o seu próprio negócio, isto é, no empresário. E o motivo é simples: esse tipo de empreendedor movimenta a economia.

Entretanto, é preciso considerar o atual cenário. O Brasil está saindo de um período de crise financeira, há sérios problemas políticos, oportunidades trazidas pela indústria 4.0, bem como ameaças em meio à concorrência.

Oportunidades e ameaças do ambiente externo

O ambiente externo é muito abrangente. Por isso, convém dividi-lo em dois principais blocos: o macroambiente e o ambiente-tarefa.

O primeiro se refere ao ambiente geral, que engloba aspectos abstratos — como economia, política, tendências de mercado e tecnologia. O segundo se refere a aspectos mais próximos, como: clientes, concorrentes e fornecedores de uma empresa.

No macroambiente, uma importante tendência a ser considerada é a indústria 4.0 ou, como muitos preferem chamar, a quarta revolução industrial. Nunca tantas tecnologias contribuíram para a gestão de negócios. Hoje, é possível automatizar muitos processos empresariais.

Outro aspecto muito importante é a economia, que será tratada em outro tópico. O período de recessão abriu oportunidades para empresas antes impensadas, como negócios colaborativos.

Já no ambiente-tarefa, também chamado de microambiente, é importante destacar a crescente informatização dos consumidores brasileiros: 9 em cada 10 pessoas têm celular, o que facilita o acesso às informações e molda significativamente a jornada de compra.

Dificuldades a serem vencidas no Brasil

O país é considerado um dos mais burocráticos. Apenas para abrir um negócio dura mais de 100 dias, enquanto em países mais desenvolvidos a média não passa de 5 dias.

De acordo com relatório do Banco Mundial, que considerou 190 países, o Brasil está na 125ª posição. Isso é reflexo de um elevado número de licenças e procedimentos que precisam ser obedecidos, bem como de custos com alvarás e liberações específicas.

Como conseguir dinheiro para abrir o próprio negócio?

Todavia, há coisas positivas a serem consideradas. O acesso às linhas de crédito é cada vez mais fácil, e envolve taxas mais acessíveis. De um modo geral, ao iniciar ou expandir um negócio, é possível contar com o empréstimo com garantia de imóvel.

Mas, o que é o empréstimo com garantia de imóvel?

Conhecido também como Home Equity, é uma modalidade que vem crescendo cada vez mais no Brasil.

É necessário ter um imóvel para dar como garantia na operação. Porém, esse imóvel pode ser de terceiros, o que facilita bastante o acesso ao crédito.

O bem ficará atrelado à instituição credora até que a dívida seja totalmente quitada, mas é permitido que o proprietário continue usufruindo do imóvel.

A segurança da operação se dá pela alienação fiduciária.

É uma modalidade que possui diversas vantagens, principalmente as taxas de juros. Por haver um imóvel em garantia, os bancos conseguem oferecer uma taxa bem mais baixa do que outros empréstimos.

O prazo estendido também é uma grande vantagem do Home Equity, podendo pagar em até 240 meses (20 anos).

Além disso, é possível emprestar uma alta quantia de dinheiro, até 60% do valor do imóvel.

Sendo assim, o dinheiro pode ser utilizado para diversas finalidades. Por isso, muitas pessoas estão realizando o sonho de abrir seu próprio negócio com esse recurso.

Tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas podem solicitar o crédito com garantia de imóvel, bastando ter um imóvel para dar como garantia na operação.

É claro que é preciso também comprovar renda. Além disso, o imóvel passa por uma avaliação para ser aceito, de fato, no processo.

No entanto, é possível compor renda no empréstimo com garantia de imóvel, porém alguns bancos são mais flexíveis em relação a essa questão.

Em algumas instituições financeiras é possível compor renda com até 3 pessoas, não necessitando ter grau de parentesco. Já outras instituições são mais rigorosas, permitindo somente cônjuge ou parente de primeiro grau.

Onde fazer empréstimo com garantia de imóvel?

Com a expansão das fintechs, o Home Equity se tornou cada vez mais acessível e popular. A facilidade e agilidade nos processos são os principais atrativos.

Em primeiro lugar, faça uma simulação. Desse modo, você vai ter uma ideia dos valores das parcelas.

SejaBest possui várias parcerias e por isso oferece taxas de juros mais baixas. O atendimento personalizado garante uma ótima experiência ao cliente. Desse modo, é possível tirar dúvidas a qualquer hora do dia, todos os dias da semana.

Tem interesse no Home Equity?

Simule aqui

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.