Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
O empréstimo com garantia de imóvel está dividido em diferentes etapas que delimitam o valor do crédito e outras condições. saiba mais aqui!

Etapas do empréstimo com garantia de imóvel

O empréstimo com garantia de imóvel está dividido em diferentes etapas que delimitam o valor do crédito e outras condições. saiba mais aqui!
Publicado em 11/05/2023
Leia em 6 minutos
Allan Almeida

Índice

O mercado do crédito que usa imóveis como garantia está em franco crescimento. No entanto, esse tema ainda permanece cercado por algumas incertezas. Para reduzir essa desconfiança, queremos lhe apresentar hoje quais são as etapas do empréstimo com garantia de imóvel.

A partir disso, você pode decidir se quer fazer parte desse mercado que está mais do que aquecido. Só para ter uma ideia, de acordo com dados da ABECIP (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), o crédito com garantia de imóveis (CGI) já movimenta mais de R$17 bilhões de reais.

Então, que tal conhecer mais sobre essa modalidade de empréstimo pessoal e, principalmente, o que você precisa fazer para contratá-lo? Continue a leitura e descubra tudo sobre esse tema.

Como é feito o empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel, também chamado de home equity ou refinanciamento, é uma modalidade de crédito pessoal que se divide em diferentes etapas, como ainda vamos lhe mostrar. Ele é feito sob uma condição básica: ter um imóvel para aliciar e colocar como garantia.

Tendo o imóvel em seu nome ou de um parente de primeiro grau, você pode simular créditos com valores elevados e usar o dinheiro sem uma finalidade específica.

Em geral, quem concede o valor são bancos e instituições financeiras, sendo que cada um apresenta condições especiais. Essas são relacionadas ao prazo para pagamento, taxas, juros, tipos de amortização e montantes mínimos e máximos.

Conheça mais sobre os bancos que fazem empréstimo com garantia.

Principais características do home equity

O refinanciamento do imóvel possui algumas características que o colocam como uma opção viável para quem precisa de valores maiores para tirar os sonhos do papel. Dentre estas, citamos:

  • Juros mais baixos: as condições associadas ao crédito com garantia fazem com que as taxas de juros fiquem abaixo das cobradas em outros tipos de empréstimos pessoais como o cheque especial e o empréstimo consignado, por exemplo;
  • Limites de crédito maiores: os valores liberados para o tomador do crédito podem chegar aos 6 dígitos, algo muito difícil em outras modalidades;
  • Prazos mais longos: ao contratar o home equity, você pode parcelar o montante em até 240 meses;
  • Grande flexibilidade de uso: não há uma delimitação para a aplicação do dinheiro. Sendo assim, você pode usá-lo para fazer uma viagem, estudar, consolidar dívidas, reformar ou ampliar seu imóvel, investir, entre outras coisas.

Por que é preciso dar o imóvel como garantia na contratação deste empréstimo?

Ao conceder um empréstimo, o banco ou instituição financeira precisa seguir algumas etapas e uma delas é a de garantia. Acontece que, no home equity, o imóvel entra como a salvaguarda para a credora, garantindo que ela terá algum pagamento em caso de inadimplência.

Essa garantia permite que a instituição empreste o dinheiro com juros menores, conforme dissemos antes. Além disso, ela serve como uma segurança para as duas partes, tanto de quem toma o crédito quanto para quem está emprestando.

Antes de falarmos abertamente sobre todas as etapas do empréstimo com garantia de imóvel, confira um esclarecimento da nossa equipe sobre esse assunto:

Quais são as etapas do empréstimo com garantia de imóvel?

Até aqui, vimos que o crédito com garantia de imóvel possui algumas características que o colocam como uma opção interessante para quem precisa de algum dinheiro extra. Agora, chegou o momento de entender melhor como funciona a sua contratação.

Para que não restem dúvidas sobre esse assunto, dividimos o processo em um passo a passo completo. Vamos começar por um processo chamado de simulação que, aqui, chamamos de simulação para, em seguida, falar das outras 7 etapas do empréstimo com garantia de imóvel. Confira!

Etapa 0 do empréstimo com garantia de imóvel: simulação de crédito

A simulação de crédito pode ser entendida tanto como uma das etapas do empréstimo com imóvel de garantia quanto como um passo anterior. Seja como for, simular as condições do refinanciamento é essencial pois ajuda a entender o valor que você pode tomar emprestado, o prazo de pagamento e a taxa de juros mais apropriada.

Em resumo, na simulação da SejaBest, você pode seguir os seguintes passos para conhecer tudo sobre o crédito que deseja contratar:

  • Acesse a nossa página principal;
  • Em seguida, clique no botão “Simular”, destacado na cor laranja;
  • Na nova página, escolha a modalidade (imobiliário ou veicular) e selecione a opção “Quero empréstimo usando meu imóvel”que abrirá na sequência;
  • Depois que fizer isso, a instituição pede que você diga qual o seu objetivo, apenas para escolher a melhor opção de crédito do mercado, escolha uma e continue;
  • Escolha qual o perfil do imóvel: casa, apartamento, sala comercial ou outro;
  • Defina, em seguida, o prazo para pagamento;
  • Preencha o campo de valor aproximado do imóvel e conheça o montante máximo e mínimo que pode contratar;
  • Responda a pergunta sobre averbação do imóvel e se ele já está quitado;
  • Por fim, insira seus dados pessoais para que a equipe entre em contato oferecendo as melhores oportunidades de home equity.

1- Escolha da instituição financeira

Assim que você tiver simulado o crédito junto à alguma instituição ou a um comparador como o da Best, pode iniciar as outras etapas do seu empréstimo com garantia de imóvel.

Neste passo, sua tarefa é comparar todas as opções apresentadas na simulação e escolher aquela que lhe oferece mais vantagens. Aqui, aproveite para comparar as diferentes taxas de juros, o tipo de amortização, prazos e valores emprestados.

Para quem não entende como funcionam as diferentes taxas de juros, nosso CEO Gaspar Motta preparou um conteúdo exclusivo explicando tudo. Aproveite para conferir o vídeo completo sobre a diferença das tabelas SAC e Price.

2- Análise da documentação

No momento em que escolher uma instituição você começa a fornecer todas as informações que esta solicitar. Em suma, a credora pede seus dados pessoais e alguns comprovativos do imóvel.

Aproveite para já ter em mãos:

  • RG ou CNH
  • CPF
  • Comprovante de renda
  • Matrícula do imóvel
  • Comprovante do IPTU

Além destes documentos básicos, o banco escolhido pode ter outros documentos obrigatórios e é nesta etapa do crédito com garantia de imóvel que você precisa apresentá-los.

3- Análise de crédito

A partir das informações que você fornecer no passo anterior, seu home equity terá seguimento. Neste momento, a credora vai analisar os documentos que você apresentar e considerar, principalmente, a sua capacidade de pagar as prestações.

Conforme já comentamos em nosso guia completo sobre o empréstimo com garantia de imóvel, quem está negativado consegue acesso a esse tipo de crédito. Porém, o ideal é que as parcelas do mesmo não ultrapassem a margem de 30% da renda e, além disso, sirvam para consolidar e pagar todas as dívidas ativas.

4- Avaliação do imóvel e análise jurídica

Posteriormente, será feita uma avaliação do imóvel que servirá de garantia para o empréstimo sendo, esta, uma das principais etapas do processo. Isso porque, é nesse momento que o banco analisa se o local está em condições e se o valor de avaliação é compatível.

Ademais, os dados fornecidos sobre o imóvel também são analisados. Assim sendo, a instituição procura ver se existem pendências como impostos não pagos ou mesmo prestações de um financiamento em aberto.

5- Formalização do contrato

Dando tudo certo nas etapas anteriores, têm início os últimos passos para a contratação do empréstimo com garantia de imóvel. Com as duas partes de acordo, a credora apresenta o contrato para você e juntos fazem a assinatura do documento.

Esse passo já pode ser feito online, assim como a sua participação em todas as etapas antecedentes. Desse modo, não há necessidade de se deslocar até a sede do banco, por exemplo.

6- Registro em cartório

Depois que o contrato estiver firmado, você precisa ir até o Cartório de Registro de Imóveis para fazer a alienação fiduciária do bem e obter a Cédula de Crédito Bancário.

Caso nunca tenha ouvido falar nesse termo, a alienação fiduciária é um processo no qual um bem (o imóvel nesta situação) é dado como garantia para uma dívida.

Durante a vigência do contrato, o imóvel fica em posse do credor (fiduciário) e você (fiduciante) tem o direito de continuar usando o mesmo. Em outras palavras, significa que pode morar e até mesmo alugar o imóvel enquanto ele estiver alienado. Mas, em caso de atrasos no pagamento, o banco pode tomar a posse do bem.

7- Liberação do dinheiro

Claro que, a execução de todas as etapas do empréstimo com garantia de imóvel leva algum tempo. Contudo, assim que o contrato estiver regularizado no cartório, ocorre a liberação do dinheiro.

Com os fundos em mãos, você tem liberdade para usá-lo conforme preferir. Basicamente, isso garante que possa usar o dinheiro para pagar dívidas, fazer reformas ou ainda cobrir gastos inesperados.

O que considerar antes de contratar crédito com garantia de imóvel?

Para finalizar, antes de fazer a contratação do home equity ou qualquer outro tipo de crédito, sempre considere a sua capacidade financeira para pagar as prestações. Como dissemos antes, as parcelas não podem ultrapassar 30% da sua renda, para que ainda tenha solvabilidade de crédito.

Ademais, vale ressaltar que você deve solicitar o crédito quando houver necessidade, sendo que as instituições não emprestam mais do que 60% do valor do bem dado como garantia.

Por fim, se você gostou desse conteúdo e de conhecer todas as etapas envolvidas no empréstimo com garantia de imóvel, aproveite para conhecer outros assuntos similares. Além da lista abaixo, nosso portal está repleto de informações muito úteis sobre educação financeira, financiamentos e assuntos relacionados.

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.