Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Imagem de uma pessoa com uma conta na mão, fazendo cálculos.

IPCA sobe 0,84% em fevereiro; inflação em 12 meses fica em 5,60%

O índice foi puxado, principalmente, pela Educação. Segundo IBGE, a alta de 6,28% do setor foi a mais alta para o mês desde 2004.
Publicado em 10/03/2023
Leia em < 1 minutos
Allan Almeida

Índice

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado o indicador oficial da inflação no país, subiu 0,84% em fevereiro.

Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados pelo órgão nesta sexta-feira (10).

O resultado é superior ao do primeiro mês do ano de 2023, janeiro, que teve variação de 0,53%, de acordo com o IBGE.

Isso significa que nesses dois primeiros meses do ano, o IPCA acumula alta de 1,37% e, nos últimos 12 meses, de 5,60%.

Abaixo dos 5,77% nos 12 meses anteriores. Em fevereiro de 2022, a variação havia sido de 1,01%.

Em fevereiro, dos nove grupos de preços pesquisados pelo IBGE, oito registraram alta. A Educação foi a que mais impactou o índice, com 6,28% no mês.

A alta, segundo o instituto, foi reflexo do reajuste das mensalidades escolares, comuns nesta época. 

De acordo com o IBGE, essa foi a taxa mais alta da Educação desde fevereiro de 2004, quando teve variação de 6,70%.

Veja os grupos que impactaram a inflação do último mês

A imagem traz a tabela do IBGE que mostra os grupos de preços que mais impactaram o IPCA de fevereiro de 2023.

Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 28 de janeiro a 28 de fevereiro de 2023 (referência) com os preços vigentes no período de 28 de dezembro de 2022 a 27 de janeiro de 2023 (base).

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.  

Outras matérias para você:

Compartilhe este artigo

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.